Novos projetos vão permitir reforçar trabalho em contextos de educação formal

posted in: Cidadania Global | 0

A FGS vai iniciar em breve a implementação de três novos projetos de Educação para o Desenvolvimento / Educação para a Cidadania Global que mereceram o cofinanciamento do Camões I.P. no âmbito da última linha de candidaturas a cofinanciamento.

Dois dos projetos agora aprovados serão implementados em contexto de educação formal. O projeto «Escolas Transformadoras: Contributos para uma mudança social a partir da Educação para o Desenvolvimento e para a Cidadania Global na Escola» será promovido pela FGS em parceria com três Escolas Superiores de Educação (pertencentes aos Institutos Politécnicos de Beja, Santarém e Viana do Castelo) e visa apoiar as comunidades educativas na implementação da Estratégia de Educação para a Cidadania, especificamente na sua vertente de Educação para o Desenvolvimento.

Já o projeto «A escola, ser vivo dentro de um ecossistema: da alimentação à utilização dos recursos naturais», será promovido pelo CIDAC com a parceria da FGS e com intuito de enraizar a Educação para o Desenvolvimento na cultura da escola a partir dos temas da soberania alimentar, comércio justo e ecologia integral, ajudando a promover estruturas educativas interventivas no campo da solidariedade e da sustentabilidade.

Terá também início em breve a terceira edição do projeto «Sinergias ED», através da qual se dará continuidade e procurará aprofundar o diálogo, cooperação e trabalho colaborativo entre organizações da sociedade civil e instituições de ensino superior no âmbito da Educação para o Desenvolvimento, mantendo-se a parceria com o CEAUP – Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto.

No conjunto, prevê-se que as novas iniciativas envolvam diretamente mais de 20 organizações da sociedade civil e instituições de ensino superior, para além de 13 agrupamentos escolares e de aproximadamente 160 docentes e 240 estudantes.