A Comunidade “Sinergias ED” volta a encontrar-se: «É cada vez maior a convicção da urgência destes espaços e tempos entre pessoas para uma verdadeira transformação social.»

O V Encontro da Comunidade Sinergias ED realizou-se no início do ano de 2020, nas instalações do CUPAV, em Lisboa. Desta vez, o grupo de 29 pessoas reuniu-se para falar e potenciar o quinto e último eixo do projeto – a Comunicação. Para além disto, e à semelhança dos encontros anteriores, o dia teve também como objetivos o reforço do interconhecimento dos e das participantes, fazer o ponto de situação dos trabalhos colaborativos que têm sido levados a cabo no âmbito do projeto e pensar o futuro da Comunidade Sinergias ED.

Onde vivo? Onde trabalho? Onde quero ir?

O dia começou com um exercício de interconhecimento – cada participante posicionou-se num mapa de Portugal imaginário, de acordo com o sítio onde vive, o sítio onde trabalha e um local que gostasse de conhecer. Percebemos que a Comunidade é composta por muitas pessoas de lugares distintos, trazendo diversidade ao grupo e aos momentos em conjunto.

A comunicação do Sinergias ED

O Sinergias ED tem base em cinco eixos – chamados os 5 C: Colaboração, Comunidade, Conhecimento, Capacitação e Comunicação. O quinto encontro focou-se, sobretudo, neste último, partilhando-se e discutindo-se os resultados obtidos numa auscultação feita aos utilizadores do website do projeto e aos leitores da Revista Sinergias. Foram feitas reflexões a partir de diferentes linhas orientadoras:

Os trabalhos colaborativos e o futuro da Comunidade Sinergias ED

A 3ª edição do Senergias ED contempla uma série de trabalhos colaborativos entre Organizações da Sociedade Civil e Instituições do Ensino Superior, promovidos por grupos formados dentro da Comunidade. Os diferentes grupos aproveitaram o evento para consolidar as suas ideias e apresentar ponto de situação dos processos ao resto da comunidade. Neste momento, estão em implementação processos colaborativos diversos, desde estudos e reflexões a processos mais práticos. 

No site do projeto, pode encontrar as diferentes propostas de trabalhos colaborativos apresentados até ao momento.

O último momento do dia serviu para, em conjunto, se pensar no futuro da comunidade e quais os próximos passos a dar. Os e as participantes foram desafiados a expôr a sua visão para o futuro da comunidade, que atividades prevêem que a comunidade desenvolva e qual o seu papel dentro dela.

Entre as várias sugestões e ideias discutidas, aquelas que tiverâm mais concordância foram que a comunidade promovesse mais dinâmicas regionais, inclusivamente a descentralização dos encontros, assim como que tomasse um posicionamento claro e com mais intencionalidade sobre a produção de conhecimento.

O encontro foi avaliado essencialmente como positivo, através de comentários como:

“Que bom… que não paramos de crescer!!”

“[O encontro] permitiu dar seguimento às várias componentes do projeto.”  

“É cada vez maior a convicção da urgência destes espaços e tempos entre pessoas para uma verdadeira transformação social.”

“Faz sempre muito bem à cabeça sair do quotidiano e encontrar – ou re-encontrar pessoas inspiradoras. Sinergias que dão energias.”

“Penso que foi bom por estarmos em um espaço de significação de outros valores, ou valores não predominantes na sociedade que vivemos.”

“Que bom… o refresh de ideias.”

previous arrow
next arrow
Slider
O projeto Sinergias ED: Consolidar o diálogo entre investigação e ação em Educação para o Desenvolvimento em Portugal, promovido pela Fundação Gonçalo da Silveira (FGS) e pelo Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto (CEAUP) e financiado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, está a decorrer entre 2018 e 2020 e tem como objetivo principal reforçar a qualidade da intervenção em Educação para o Desenvolvimento em Portugal.