Este novo projecto da Companhia de Jesus (ejuístas) em Kasait, Timor-Leste, tem como principal preocupação a melhoria da qualidade da educação. O Instituto de Educação Jesuíta (IEJ) conta com a Academia de Formação de Professores – que pretende ajudar a colmatar as falhas no sistema de educação secundária – e com a Escola, anexa à Academia – que servirá a dupla função de providenciar uma experiência prática aos professores em formação e de oferecer às crianças desta zona rural a oportunidade de continuarem os seus estudos após a educação primária. O projeto iniciará em janeiro de 2013 e terminará em dezembro de 2018.

 

Porquê?

 

Em Kasait, as paredes das casas são feitas com ramos de palmeiras, os telhados de chapas de alumínio e a água que a população bebe é retirada de um poço público, rio, lago ou ribeiro. Esta é a realidade de um país onde 40 por cento das famílias vivem com menos de um dólar por dia. Muitas crianças terminam a sua escolarização na primária por não existe escola secundária na sua zona e dado que os seus pais não podem pagar as despesas de deslocação para uma escola numa cidade próxima.

O próprio Governo admite que a qualidade do ensino no país continua baixa. A partida da Indonésia em 1999 deixou o país com poucas infra-estruturas e mais de 75% dos 12.000 professores do país não têm formação adequada para a educação, não dominando as línguas oficiais: português e tétum. O programa escolar também se encontra desadequado face às necessidades de desenvolvimento da população. A administração escolar é ineficiente e não encoraja a participação das famílias e das comunidades.

 

Um projeto integrado

O Instituto de Educação Jesuíta inclui uma Academia de formação de professores e uma escola-modelo, ligada ao recinto da Academia:

COLÉGIO DE SÃO JOÃO DE BRITO – ACADEMIA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

  1. Curso de 4 anos para formação de professores do ensino básico e secundário
  2. Aulas práticas nas salas de aula da escola secundária no recinto da Academia durante cada fase de formação
  3. Colocações supervisionadas em escolas e em diferentes locais de Timor-Leste no 3º e 4º ano de formação
  4. Abertura em 2014 com 30 a 50 estudantes
  5. Academia em pleno funcionamento em 2018, com 180 a 200 estudantes

 

COLÉGIO DE SANTO INÁCIO DE LOIOLA – ESCOLA SECUNDÁRIA

  1. Ensino do 7º ao 12º ano, para rapazes e raparigas com idades entre 12 e 17 anos
  2. Abertura em Janeiro de 2013 com 75 a 90 estudantes do 7º ano
  3. Escola em pleno funcionamento em 2018 com 450 a 500 estudantes

 

[hcolumns]

[columnhelper col-md-4]

[columnhelper col-md-4]

[columnhelper col-md-4]

[/hcolumns]

Inauguração do Instituto de Educação Jesuíta …

 

Rede de Parceiros

Fundação Gonçalo da Silveira (Portugal)

 

 

COORDENAÇÃO DO PROJETO
Jesuit Conference os Asia Pacific
P. Plínio Martins, sj, Diretor do Instituto de Educação Jesuíta
Mais informações: www.sjapc.nethttp://timor-leste-jesuits.org

CONTACTO NA FGS
Teresa Paiva Couceiro – teresa.paivacouceiro@fgs.org.pt