“Escolas Transformadoras” leva o tema da Responsabilidade Social no Ensino Superior a Santarém


previous arrow
next arrow
Slider

Na Escola Superiorde Educação – Instituto Politécnico de Santarém, o dia 31 de outubro começou com uma interpelação:

“Responsabilidade social no Ensino Superior: Que papel na transformação da sociedade?”

No âmbito do projeto Escolas Transformadoras, promovido pela FGS – Fundação Gonçalo da Silveira, em parceria com o Instituto Politécnico de Beja, a Escola Superior de Educação de Santarém e a Escola Superior de Educação de Viana do Castelo, decorreu neste dia o Seminário Escolas Transformadoras, que tinha por base a reflexão crítica sobre os pressupostos de democracia e participação no ensino superior, enquadrados na temática da Responsabilidade Social.

Neste espaço aberto a toda a comunidade educativa, estiveram presentes 87 pessoas – maioritariamente estudantes, mas também docentes do Politécnico de Santarém, representantes da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) em Santarém, uma representante do Núcleo de Investigação e de Apoio Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Santarém e docentes do Instituto Politécnico de Beja.

Logo à entrada, os/as participantes foram desafiados/as a responderem à questão “O que é para mim a Responsabilidade Social?”. As suas respostas, juntamente com a projeção do vídeo sobre o tema do dia, realizado pelos/as estudantes do 2º ano do Curso de Produção Multimédia em Educação, da ESE-IP Santarém, deram o mote para uma tertúlia onde se debateu a Responsabilidade Social no Ensino Superior.


Vídeo sobre “O Papel das IES no desenvolvimento da sociedade”, realizado pelos/as estudantes do 2º ano do Curso de Produção Multimédia em Educação, da ESE-IP Santarém

Seguiu-se um painel de discussão, que contou com a presença da Ana Leonor Santos, da Universidade da Beira Interior (UBI); da Beatriz Vieira de Sousa e do Simão Lopes, representantes da Associação de Estudantes do Politécnico de Santarém; da Georgette Lima, responsável pelo Gabinete de Responsabilidade Social do IP Santarém, do Hugo Marques, da FGS – Fundação Gonçalo da Silveira, e do Henrique Caldas, um estudante de ensino superior, que nos trouxe um olhar externo sobre a participação dos/as jovens estudantes.

Durante a tarde, foram realizados workshops temáticos, nos quais os/as participantes foram convidados a refletir e a debater sobre a responsabilidade social enquanto Ação Política Transformadora.

O dia terminou com a consciência do caminho a percorrer dentro desta área, a partir de uma perspetiva participativa e inclusiva na qual a comunidade educativa esteja genuinamente envolvida.

O projeto Escolas Transformadoras é cofinanciado pelo Camões I.P.