IX Encontro ‘A Escola no mundo e o mundo na escola’ motiva educadores/as a enfrentar desafios da sociedade a partir da sua prática

posted in: Cidadania Global | 0

O IX Encontro de Educadores/as ‘A escola no mundo e o mundo na escola’ teve lugar no passado sábado, dia 5 de julho, na Fundação Cidade de Lisboa. Entre os 83 educadores e educadoras participantes, um interesse comum: reforçar a sua intervenção na área da Educação para a Cidadania Global (ECG). Este ano esteve em destaque o tema “Desafios da sociedade, contribuições da Educação para a Cidadania Global”.

Ao longo do dia foram várias as atividades realizadas em torno da partilha e da participação conjunta. Durante a manhã foi apresentada a Rede de Educação para a Cidadania Global (Rede ECG) – a estrutura criada pelos próprios educadores/as, em resultado do seu entusiasmo pela temática. Depois, já em grupos, iniciou-se o debate sobre os contributos da ECG para os atuais desafios da sociedade. Durante a tarde, os participantes foram divididos em sessões temáticas, consoante os seus interesses, continuando o debate a partir de quatro temas específicos: 1) formação e capacitação, 2) propostas de integração curricular, 3) dinâmicas de escola/agrupamento e ainda 4) publicações e recursos temáticos.

“A grande maioria das pessoas já não está habituada a sentir-se parte na construção de alguma coisa. Nem está habituada ao saudável confronto de ideias, daí que este evento seja para muitos um novo fôlego na tarefa de educar”, explica Margarida Fernandes, uma das professoras que integra a Rede ECG.

 

Uma edição especial

Esta foi, na verdade, uma edição muito especial para a Rede já que, pela primeira vez, a organização e a dinamização do encontro estiveram a seu cargo.

Constituída em outubro de 2013, a Rede ECG tem sido um ponto de convergência entre os educadores/as que pretendem “fazer parte e não só executar as decisões de alguém”, explica Margarida. Para além deste Encontro, apoiado pelo CIDAC – Centro de Intervenção para o Desenvolvimento Amílcar Cabral e pela FGS – Fundação Gonçalo da Silveira, a Rede ECG já dinamizou, autonomamente, diversas iniciativas locais e ações de formação entre pares. No final do evento, a Rede cresceu com a adesão de novos educadores/as.

 

Promoção do acesso à informação

Ao longo de todo o dia, esteve disponível uma mostra com materiais de ECG de diferentes organizações com o objetivo de dar a conhecer novos recursos didáticos e pedagógicos. Esteve ainda patente uma exposição demonstrativa das atividades da Rede ECG nestes primeiros meses de funcionamento.

As iniciativas da Rede ECG têm sido realizadas com o apoio financeiro do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua I.P. no âmbito do projeto “Co-construindo uma rede de ECG no meio escolar”, da responsabilidade do CIDAC e da FGS.

 

Consulte a memória do IX Encontro aqui.