Abertas candidaturas ao Selo da Diversidade

Selo

Estão abertas as candidaturas ao Selo da Diversidade, uma iniciativa da Carta Portuguesa para a Diversidade que visa promover a inclusão dentro das organizações.

Para se candidatarem ao Selo da Diversidade, as organizações devem ser signatárias da Carta Portuguesa para a Diversidade. As candidaturas estão abertas até 22 de julho e vão permitir às organizações ver reconhecidas as suas boas práticas no reconhecimento, respeito e valorização da diversidade no local de trabalho. Os resultados serão conhecidos a 10 de novembro.

O selo da Diversidade foi lançado no primeiro Fórum Nacional para a Diversidade, que decorreu em Lisboa no dia 22 de maio, com o objetivo de refletir e partilhar práticas sobre Diversidade e Inclusão, e no qual participaram mais de 200 pessoas e 100 organizações de diferentes dimensões e setores.

A Carta é uma iniciativa da Comissão Europeia que consiste num documento curto assinado de forma voluntária por empregadores de vários setores (público, privado com e sem fins lucrativos) e que descreve medidas concretas que podem ser tomadas para promover a diversidade e a igualdade de oportunidades no trabalho independentemente da origem cultural, étnica e social, orientação sexual, género, idade, caraterísticas físicas, estilo pessoal e religião.

A Fundação Gonçalo da Silveira é signatária da Carta Portuguesa para a Diversidade desde julho de 2016, tendo realizado a assinatura simbólica da mesma no Fórum Nacional para a Diversidade.